Google+ Followers

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Eu não vou me calar!




Vieram me pedir para camuflar o som
Pra não dizer jesus e sim a grande luz
Eu não me converti para me envergonhar
Daquele que na cruz morreu pra me salvar

Comigo é no "glória a deus! aleluia! sou cristão!"
Não me envergonho de dizer que sou irmão
É no "glória a deus! aleluia! sou cristão!"
Não me envergonho de dizer que sou irmão
Glória a deus

Se pra fazer sucesso eu tiver que me calar
Prefiro anonimato pra no céu poder entrar
Se você tem vergonha de falar do pai eterno
Se liga meu amigo assim você vai pro inferno

Cante "glória a deus! aleluia! sou cristão!"
Não se envergonhe de dizer que é irmão
Glória a deus

Cante "glória a deus! aleluia! sou cristão!"
Não se envergonhe de dizer que é irmão
Cante "glória a deus! aleluia! sou cristão!"
Não tenha vergonha de dizer que é irmão
Sangue bom é o de cristo nesse sangue há poder
Acorda meu amigo vê se vai se converter
Cante "glória a deus! aleluia! sou cristã
o!"
Não tenha vergonha de dizer que é irmão
De dizer "eu sou cristão"
(Metal Nobre)


 
     Até que ponto você tem negociado os princípios cristãos? E eu não estou falando de princípios doutrinários e nem denominacionais, e sim dos bíblicos, aqueles que Jesus nos deixou! É engraçado como o mundo tenta nos confundir, e em muitos casos, confunde mesmo. São muitos os princípios que têm sido negociados dentro das nossas igrejas hoje em dia. São muitas as coisas que acontecem e dizem, e que não falamos nada, deixando aquilo passar pra frente como se fosse o correto. Muitos podem me criticar por estar escrevendo isso, mas eu não posso me calar. Não posso me conformar com as ideias que têm sido colocadas acima dos princípios que Jesus nos deixou. JESUS NÃO AMA O PECADO! É uma coisa óbvia, mas que para muitos parece relativo.
     Eu tenho o costume toda a manhã de ouvir uma grande rádio de notícias. E hoje para a minha surpresa havia nos estúdios um rapaz homossexual dando uma entrevista, algo anormal, pois não é características deles fazerem entrevistas no estúdio. Ele estava indo bem, falando um pouco da sua profissão, de suas relações, e de outras coisas mais. Até aí tudo bem, mas a coisa começou a ficar feia quando ele quis por o seu comportamento, o seu modo de vida acima do temor a Cristo Jesus! Prestem atenção, pois não estou agindo com preconceito, tenho vários amigos homossexuais, onde tenho uma boa amizade, mas quando eles querem por os seus princípios acima dos princípios bíblicos, eu não posso me calar e aceitar como a maioria dos crentes fazem hoje em dia. Aí vai as palavras do entrevistado: “eu era evangélico, eu era ministro de louvor... por 5 anos lutei contra o homossexualismo... mas depois eu descobri o que eu realmente era... eu comecei a me amar... EU SOU CRISTÃO!... eu gostaria de voltar a exercer o meu ministério, mas a igreja quer que você largue o seu modo de vida, eles não respeitam a sua escolha, o homossexualismo é só um traço de personalidade... um pequeno traço.” . Bem... o conceito de ser cristão hoje está muito vago, onde se define um cristão por sua religião, seja ele evangélico ou católico, mas vai muito mais além disso. Ser cristão é seguir a Jesus! é obedecer e viver os seus princípios. E os seus princípios não são relativos e nem negociáveis. Outro caso é que devemos acabar com aquela ideia de que muitos crentes tem que acham que a igreja não é lugar pra homossexuais, isso está totalmente errado. A igreja é o lugar certo para eles estarem. Agora para exercer um ministério de louvor ou qualquer outro como de pastor, diaconia, lecionar ou outros, necessita-se de consagração, e nessa consagração é imprescindível que se deixe comportamentos que vão contra a vontade de Deus.
     Dentro do meio médico sabemos que se não comermos direito podemos ter diabetes e/ou colesterol. Considerando que um médico nos peça que entremos em uma dieta pra evitar que essa mal nos ataque, ele nos pede que não comamos gorduras, nem frituras, que passemos a comer coisas leves e saudáveis. Começamos esse processo e estamos obedecendo em tudo, porém tem uma coisa que não queremos deixar de lado, comer uma lasanha. Você acha que é possível escaparmos de um colesterol mantendo o hábito de comer lasanha durante esse processo? É o mesmo caso, dentro do processo de santidade, muitas vezes nos desfazemos de muitos hábitos pecaminosos, que Deus explicitadamente deixa claro na bíblia que Ele abomina, mas um ou dois comportamentos não queremos deixar de lado e mesmo assim queremos ter parte nas suas promessas. Você consegue entender? Queremos fazer as coisas do nosso jeito, não queremos abrir mão de um pecado. E quando nos calamos perpetuamos tudo isso e vamos deixando que isso, aos poucos, vá contaminando os princípios cristãos.
     Não vamos nos calar. Não vamos ter preconceitos e nem desrespeitar, mas vamos por os princípios cristãos acima dos que o mundo considera como certos e aceitáveis. Vamos amar a todos, sejam eles adúlteros, ladrão, sequestrador, homossexual, ou qualquer outro rejeitado pela sociedade. vamos amar as suas vidas e não os seus comportamentos. Não tente convencer um pecador dos seus pecados, pois isso é obra do Espírito Santo, mas antes observe e olhe para dentro de si mesmo, para os seus próprios pecados. Nossa responsabilidade aqui é propagar e viver sob os princípios inegociáveis de Cristo Jesus.
     "Quando o Auxiliador vier, ele convencerá as pessoas do mundo de que elas têm uma idéia errada a respeito do pecado e do que é direito e justo e também do julgamento de Deus.  As pessoas do mundo estão erradas a respeito do pecado porque não crêem em mim; estão erradas a respeito do que é direito e justo porque eu vou para o Pai, e vocês não vão me ver mais. E também estão erradas a respeito do julgamento porque aquele que manda neste mundo já está julgado." (João 16: 8 – 11)